.

Acessibilidade

Aumentar Fonte
.
Diminuir Fonte
.
Fonte Normal
.
Alto Contraste
.
Libras
.
Vlibras

O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras

Mapa do Site
.
Acesso à informação
.

Segunda à sexta-feira das 08h às 11:30h e das 13:00h às 17:00h

Meio Ambiente e Agricultura - Terça-feira, 25 de Julho de 2023

Buscar Notícia

Notícias por Categoria

MEIO AMBIENTE

PREFEITURA DISPONIBILIZA ESPAÇO PARA DESCARTE DE LIXO VOLUMOSO


A população de Mandaguaçu produz em média 8000 toneladas de lixo de forma geral por ano, e o município tem dado destino certo para cada necessidade, um exemplo é o lixo reciclado que é recolhido pela Coreman, depois separado, processado e encaminhado ao local correto. Já o lixo orgânico é recolhido pela equipe da secretaria de Obras e destinado a um aterro sanitário particular. Há também o lixo volumoso que são: galhadas de árvores, alguns móveis velhos tais como sofás, colchões, restos de madeira etc.

Para todo esse material existe um espaço localizado em uma área no distrito de Pulinopolis. Este local está com pedido de licenciamento junto ao IAT, Instituto Água e Terra do Governo do Estado do Paraná, unidade de Maringá, para o recebimento de material inerte e de volumosos. Por se tratar de um serviço essencial, é tolerada a sua operação enquanto tramita o pedido de licença, até porque a sua apreciação é extremante demorada.

Quando se diz que o local é temporário, muitos entendem que é provisório. O termo temporário não se aplica ao local. É temporário porque o material depositado, principalmente o volumoso, não deve ficar no local, exposto por muito tempo.

Por esse motivo a prefeitura também faz o descarregamento do volumoso no transbordo, após recolher dentro do município. Há poucos dias, durante um desses descarregamentos, foi possível notar a presença de lixo orgânico no meio do lixo volumoso, inclusive foi um próprio morador quem percebeu a situação. Por isso, a prefeitura pede que a comunidade faça a separação correta do lixo para que haja destinação correta.

A equipe da prefeitura tem feito de maneira responsável o que já não acontece com a população que tem descartado de tudo no local (transbordo) principalmente lixo orgânico e reciclável. Ao município cabe fiscalizar e orientar seus funcionários para que seja feita a verificação do material transportado; se o que chega ao local de destinação está de acordo para ser depositado naquela área. Vale lembrar que o descarte inadequado de resíduos pode gerar multa e outras medidas administrativas.

Segundo secretário de Meio Ambiente Adalberto Ferracin, para esse espaço no Pulinopolis, já está sendo acertado a presença de um cooperado da Coreman para ficar no local orientando as pessoas e separando o volumoso que é descarregado pela equipe da prefeitura. O problema maior de controle no local é que o descarte realizado pela população é em horários a noite e finais de semana.

Não é autorizado o descarte de pneus, solventes, óleos, graxas tintas, resinas, fibras, lâmpadas, baterias, computadores (sucata eletrônica) e outros materiais recicláveis.

Com a colaboração de todos podemos cuidar melhor do meio ambiente e promover a sustentabilidade.

Assessoria de Comunicação

#prefmandaguaçu #mandaguacu #meioambiente #transbordo

Facebook Twitter WhatsApp Imprimir

245 Visualizações

Notícias relacionadas

Voltar para a listagem de notícias

.
.

Calendário de eventos

.
.

Acompanhe-nos

.
.

Prefeitura Municipal de Mandaguaçu - PR.
Usamos cookies para melhorar a sua navegação. Ao continuar você concorda com nossa Política de Cookies e Políticas de Privacidade.